Tokyo Godfathers [Blu-ray]

Yo! Hijikata -de gozaru!

E hoje é dia de estreia aqui no Acre! Hoje é de Q U A L I D A D E  e  S I N C R O N I A! Hoje é dia de Filme em Blu-ray! Hoje é dia de um dos melhores filmes de animes de todos os tempos! Hoje é dia de Tokyo Godfathers!

E hoje estamos trazendo um filme do mestre Satoshi Kon, que nos deixou tão cedo, mas a sua obra é eterna. Este filme foi feito em parceria com o Shinonome Fansub.

Sinopse: É véspera de Natal em Tóquio, e três moradores de rua, Hana, uma doce mulher transexual, Gin, um homem alcoólatra de meia-idade, e Miyuki, uma adolescente rebelde que fugiu de casa, experimentam um milagre de Natal. Ao vasculharem um lixo, eles ouvem um choro e encontram uma menina recém-nascida. Hana acredita que a criança é um presente de Deus e dá o nome de “Kiyoko” para a menina. Baseados em algumas fotografias e registros deixados perto de Kiyoko, os três moradores de rua partem em busca da mãe da criança e acabam se envolvendo em uma série de eventos perigosos. Ao olharem para o futuro, eles se tornam capazes de enfrentar seus passados dolorosos para buscarem um lugar no mundo, afinal, ser capaz de falar livremente é a alma do amor.

Gênero: Drama, Comédia
Ano de produção: 2003
Duração do Filme: ~ 92min
Estúdio: Madhouse
Diretor: Satoshi Kon


Análise da Lumie: Salut! Comme ça va? É a minha primeira vez escrevendo algo para o Hacchi sobre um filme que eu tenha traduzido, para aqueles que não me conhecem sou LumiePhoenix, mas podem me chamar apenas de Lumie que eu deixo. Já traduzi alguns episódios de diversos animes do Hacchi e dois filmes, este particularmente é o que eu mais gostei de trabalhar e o meu terceiro traduzido, mas sem mais delongas irei falar um pouco do filme e porque estamos aqui batendo esse papo:

Em Tokyo Godfathers, mais uma obra do maravilhoso Satoshi Kon, também diretor de Paranoia Agent e Paprika, conta-se a história de três moradores de rua que passam seus dias tentando sobreviver nas ruas geladas de Tóquio durante o Natal, quando inesperadamente revirando o lixo, encontram um bebê e, desde então, têm suas vidas mudadas.
Miyuki e Gin são terminantemente contra a decisão de Hana de ficar com a criança e entregar em mãos dos verdadeiros pais tentando convencê-la em vão de entregar à polícia.
Ao desenrolar da trama é possível perceber o peso e naturalidade que algumas questões são abordadas como os problemas domésticos da jovem Miyuki, os vícios de Gin e a transexualidade de Hana.

Apesar da época que o filme foi produzido a questão não estar tão latente como atualmente, a transexualidade sempre existiu em diversas civilizações sendo vista com bons olhos e como algo natural dentro da diversidade existencial, mas o que é transexualidade?
Ela ocorre quando uma pessoa designada a um gênero específico ao nascimento de acordo com seus genitais não está de acordo com isso, sentido-se estranha aos atributos ligados aquele gênero desejando mudá-lo, diferente das pessoas Cis, que são aquelas que estão alinhadas com o gênero que elas nasceram. Os termos Cis e Trans presentes na química, vem do latim e significam respectivamente: No mesmo lado/ao lado de e no outro lado/lados opostos. Também sendo utilizados para as questões de gênero com conotação semelhante.

De maneira equívoca é comum confundir com sexualidade, uma vez que há pessoas Trans que também são heterossexuais e pessoas Cis que não são.
Vale ressaltar que no Japão, também como aqui no Brasil, pela influência histórica de diversas religiões que condenam tal existência, ainda é um tema sensível e mesmo assim é um dos filmes mais respeitados e amados.
A intenção desta pessoa que vos fala é neste texto ser uma grande nota de tradução explicando didaticamente alguns tópicos centrais do filme:

Como havia dito, Hana é uma mulher trans, ou seja, uma pessoa que foi designada como uma pessoa do sexo masculino ao nascer, mas se identifica como uma mulher. Ela também foi uma Drag Queen – em termos nacionais seria o equivalente a transformista; Onde uma pessoa, independentemente de seu gênero, se “transforma” artisticamente para performar: Mulheres, Homens, Seres humanoides etc, utilizado muitas vezes como uma válvula de escape para expressar livremente sua essência, assim como podemos perceber em Hana.
Quando traduzi o filme tive a preocupação de pesquisar em diversas fontes sobre a personagem, afinal quem já assistiu Rupaul’s Drag Race, um reality show de Drag Queens, nota que os participantes normalmente homens se tratam no feminino, mas referente a personagem que eles inventaram, no caso de Hana e de algumas outras Drags se descobrem também Trans durante o processo. Depois de uma extensa pesquisa em diversas fontes concluímos que o ideal seria deixar mais presente esta questão para ajudar na divulgação do tema e no aumento da sensibilidade daqueles que são leigos no assunto.
Lembrando que o Hacchi fansub não tolera qualquer tipo de intolerância, tirando contra fãs de Fullmetal Alchemist ou haters de Gintama.

Espero que gostem bastante do filme!


Estamos disponibilizando o filme em Blu-ray 1080p e 720p, MKV 8 Bits, AVC Level 4.1, áudio AAC, legendas hardsub. Ou seja, o ideal para você ver na sua televisão.

Para mais informações, acesse a página do MyAnimeList do filme, clicando aqui.

Versão 1080p adicionada. xD

PÁGINA DO ANIME


Tokyo Godfathers

 MKV BD “1080p” HardSub (7,73GB)

      

MKV BD “720p” HardSub (2,82GB)

      



Dê sua opinião! Siga-nos no Twitter em @hacchifansub e curta-nos no Facebook.

10 Comentários

  1. SINNER

    Mais um filme irei ve lo no fim de semana
    Shingeki no Kyojin ira ter tambem o seu fim
    Hacchi esta em fogo com todos estes animes obrigado por tudo

    Responder
  2. AndyAnder

    O único filme do mestre Satoshi que eu ainda não assisti, fico feliz por poder vê-lo com toda a Q U A L I D A D E e S I N C R O N I A que só o Acre pode nos proporcionar. Muito obrigado pessoal!

    Responder
  3. Metroid

    Sempre ouvi falar desse filme, mas nunca me interessei em vê-lo. A qualidade Acreana me convenceu a baixar isso.

    Ah, sim FMA de cu é rola! flw aí

    Responder
  4. TheDimensioner

    O quão bom é este filme… Me surpreendi com o realismo, e ao mesmo tempo o estilo de “desenho animado” (dãh XD), que casou muito bem com a história. Absolutamente todos os personagens são amáveis, mesmo com todos os seus defeitos, e vendo como cada um carrega o outro nas costas sem reclamar (na maior parte das vezes XD) foi emocionante.

    Obrigado pela Q U A L I D A D E!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *